sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Bloco Afro É Di Santo

Bloco Afro É Di Santo constitui-se como grupo de musicalidade afro percussiva que celebra as
tradições negras com os tambores, as danças, os cantos, a religiosidade e ancestralidade negra.
A musicalidade afro percussiva presente são conectados com os ritmos e músicas que (r)existem
na cultura afro-brasileira de influências das matrizes africanas, como: samba reggae, samba afro,
samba de roda, ijexá, congo de ouro, cabula, funk e criações próprias.

Linguagem artística:
Música – Música Afro percussiva.

Integrantes: 
o Bloco é composto por 22 pessoas, sendo: percussionistas (mulheres e homens), cantoras, dançarinas e dançarinos e maestria.

Repertório: São músicas compostas, ritmos, convenções e variações criadas pelo Bloco, assim
como músicas dos blocos afro tradicionais da Bahia.

Locais para apresentação:
Palcos, Áreas abertas e cobertas, Cortejos cênicos, Salão,
Intervenções artísticas, entre outros

Rider técnico para apresentação/show:
3 microfones para voz.

Ficha técnica:
Direção musical / percussão: Mestre Rabi
Surdos de dobra: Cintia, Andreia Souza, Shirley, Priscila Marques, Sara
Surdos de marcação: Jel, Thomas, Norma e Robson
Caixa: Regiane e Roberta
Repique: Andreia Criola, Luiz Spinola
Timbal: Renildo Timbaleiro Negro
Cordas: Isac Negreiro
Corpo de Dança: Isabela, Orlando, Débora Marçal e Renato
Vozes: Tatiane e Rose Eloy
Assistência técnica de som: Raimundo Negreiro
Tempo de apresentação: 1h30min
Classificação etária: Livre

VIVÊNCIAS AFRO PERCUSSIVA
A proposta das vivências é partilhar o universo da musicalidade afro percussiva que o Bloco Afro
É Di Santo faz, circularidade dos saberes e fazeres por meio de rodas de oficinas e workshops.
A vivência afro é composta pela prática da dança afro, cantos negros e da percussão.
Duração: a ser combinado nos espaços.

Proposta para as vivências:
Locais: Espaços artístico-cultural, Coletivos das diversas linguagens, Escolas, Áreas abertas e
cobertas.

Quantidade de pessoas: até 30 (disponibilidade dos instrumentos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário